Comportamento

A Virtude do Silêncio

O silêncio é uma faca de dois gumes. Conforta as pessoas queridas e responde aqueles que não merecem suas palavras. Essa dicotomia já explicaria o núcleo desta enigmática questão.

A palavra que melhor definiria este conceito é sublime. O silêncio simplesmente é sublime. E apesar de não se manifestar diretamente como a palavra faz, ele pode abrir portas e oportunidades para aquele que conhece e sabe manuseá-lo de maneira eficaz.

O primeiro aspecto a ser destacado é o autoconhecimento. Pois não importa quantos conselhos, bem ou mau intencionados, que recebemos, e não importa quantas palavras de conforto e desconforto que podemos absorver durante uma conversa; aprenderemos mais quando estivermos sozinho, refletindo e escutando nossa voz interior.

Evidentemente que os pensamentos solitários também podem ser destrutivos. Por isso a necessidade de vigia-los constantemente e recria-los no intuito de se construir uma base sólida que possa ser benéfica para o nosso desenvolvimento como ser humano. Há pessoas que não sabem fazer uso do silêncio, estando acompanhadas ou solitárias.

Contudo, a prática é uma ferramenta fundamental para quem deseja articular seus pensamentos e usufruir corretamente do silêncio em diversas situações do cotidiano. Há aqueles que meditam, e esse é o recurso principal. Porém, aqueles que não encontram tempo ou disposição para isso, podem se recolher no seu local de intimidade e praticar o silêncio por meia hora, apenas organizando seus pensamentos e aprendendo com aqueles que vem orientar.

Trata-se de uma prática simples que a médio e longo prazo traz muitos resultados positivos. Temos que saber nos calar no momento certo de uma conversa. Seja para ouvir as pessoas pacientemente ou mesmo quando não há nada relevante a se dizer. Temos também que moldar o nosso silêncio como um remédio, que consola pessoas que estão tristes e não necessitam de palavras, apenas de presença de espírito.

Outro aspecto importante e já citado anteriormente diz respeito à nossa saúde mental. Somos uma tríade composta por corpo, mente e espírito. Temos de cuidar desses três níveis para atingirmos qualidade de vida. Pensar excessivamente muitas coisas aleatórias, nutrir pensamentos que nada vão acrescentar ou dar vasão a ideias destrutivas minam gradativamente a sanidade da mente.

Organizar os pensamentos, sutilmente eliminar as sementes que não produzirão bons frutos e alimentar aquelas que produzirão é uma tarefa diária que deve ser feita com atenção e disciplina. Os mestres indianos costumam meditar ao acordar e antes de dormir, justamente no início e no fim de seu dia. A meditação não pode ser substituída por nenhum outro recurso, entretanto, a pessoa que se disponibiliza a se recolher em um canto sozinha, praticar a lei do silêncio e manter-se atenta a sua respiração simultaneamente enquanto orienta seus pensamentos, pode atingir novos patamares de percepção e autoconhecimento no futuro.

É necessário desfrutar do momento em silêncio. Afinal, somos aquilo que pensamos. Nossos pensamentos gerarão atitudes e, por conseguinte, nossas atitudes ilustrarão o nosso caráter. 

Vigie constantemente seus pensamentos. Valorize e administre seu silêncio. Esteja sóbrio e atento para tomar as melhores decisões.   

4 comentários

  1. Parabéns….Muito bom o texto.
    Estou refletindo muito a respeito.
    Vou vigiar os meus pensamentos e vou valorozar/admi mistrar.mais o meu silêncio.
    Obrigada.

    Curtir

  2. Muito pertinente este texto, realmente precisamos encontrar um momento para reflexão em meio ao caos que nos ronda diariamente… só assim conseguiremos manter nossa saúde mental. 👏👏👏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: