Literatura Poema

A Bifurcação de um Sonhador

Em meio as eleições, acho propícia a apresentação de um poema que está incluído no quarto capítulo de meu livro “O Outro Significado”. 

Nessa época, que sempre se levantam assuntos polêmicos e choques de ideologia, as pessoas costumam se unir em seus respectivos grupos para propagar suas ideias e defender seus ideais. Mas as perguntas que ficam são: esse é o melhor meio para ser ouvido? Existem outros tipos de manifestação que podem ser feitos explícita ou implicitamente? 

Deixar se levar por completo por uma opinião de grupo, sem verificar, estudar, analisar e argumentar por conta própria é um erro. As pessoas têm a tendência natural de se juntar a outras pessoas que compartilham dos mesmos interesses e conceitos políticos, mas existe uma linha tênue entre fazer parte de um grupo com independência de pensamento e permitir que sua essência e tolerância seja dominado pelas diretrizes grupais. 

Reforço o fato de que isso não é uma verdade absoluta. É apenas a minha verdade, a minha humilde opinião, da qual tenho direito como cidadão. Concordando ou discordando, convido você a ler o poema e refletir sobre o assunto. 

O Outro Significado – Capítulo 4 – Em Cima do Alambrado

1 – Não faço parte de nenhuma tribo, ando sozinho, estou meio perdido no caminho, ando em círculos, na borda de um redemoinho, ao menos ele vai ficando cada vez mais comprido, e nunca repetitivo, vou adquirindo mais conhecimento para este livro. Aprendi a nunca andar atrás da sombra de ninguém, sou um pensador, enxergo além, eu perdi o carro, o metrô, o trem, mas não perdi minha essência, estou faminto por resiliência, ando a pé com paciência, isso não é carência, é solidão, no meio da multidão, sou só mais um, sozinho sou a criação.

2 – O que seria do açúcar se não existisse o sal, a rivalidade entre o bem e o mal, e vice e versa, não cai nessa, você está jogando The Sims na vida real, matar o personagem e assumir o local, se no passado já havia esse mal, imagina agora com seu celular e rede social. Imagine um mundo sem competição, já dizia aquele música inglesa, você lê a carta capital, ele lê a veja, grupinhos são formados, eu continuo assistindo tudo do alambrado, no meio da multidão, sou só mais um político, sozinho sou a criação.

3 – Isso não tem idade nem localidade, pode ser na escola, no trabalho, na festa ou na faculdade, quero ser triste se isso for sinônimo de felicidade. Não dá pra levar isso a sério, me dá nojo esse critério, esses caras acham que estão criando um império, cada grupo com seu lero lero, ideias jogadas no ventilador, falta de respeito, compreensão, amor, a configuração da sociedade só incentiva o ódio e o rancor. Sócrates já dizia, as leis são criadas para impor a soberania do mais forte sob o mais fraco, você tem duas opções, cair neste buraco, ou escalar comigo o alambrado, bolar um plano, vislumbrar um legado, no meio da multidão, somos só mais um boneco, a serviço do vilão, sozinhos somos a criação.

Tira esse cara de perto de mim, sua atitude de reclames do plim plim, eu não faço comercial, “não se junte a ele ou seu filme vai queimar com o pessoal”, impossível entender um raciocínio tão banal, eu sou Hip Hop, sou melodia, mas principalmente Metal, a mistura de tudo pode ser sensacional, agora eu que estou em guerra mundial, contra o sistema tradicional, exercendo minha função como profissional, panelas, rituais secretos, imposição, preconceito, meu jovem, bata no peito, faça seu trabalho direito, mas sempre questione o conceito, do contexto atual do seu meio, eu estou de saco cheio, de coração rachado, eu era um moleque assistindo a cena toda do alambrado, agora sou um homem formado, não julgue o próximo, se não quiser ser julgado, sou rebelde, revoltado, mas não sou otário, no meio desses caras sou só mais um, com palavras proferidas em vão, sozinho sou a criação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: